quinta-feira, 30 de junho de 2011

Raclette - uma ótima idéia para noites frias


Olá, sejam todos bem vindos!



Hoje na estréia do blog, vou falar de um prato que na minha opinião é muito saboroso, prático e delicioso para compartilhar entre amigos! 

Um pouco da história...De origem suíça, o raclette é um prato muito apreciado principalmente no inverno. Antigamente era apenas chamado de “queijo assado”, precisava de um grande garfo de ferro, que funcionava como espeto, para colocar os grandes pedaços de queijo e derreter no fogo. Então era raspado com uma faca e colocado em cima do pão. A origem do nome: raclette vem do verbo racler – raspar em francês- depois tornou-se raclette. O queijo indicado para esse prato tem exatamente o mesmo nome: Raclette, na falta desse era utilizado outros queijos, como o tisilt, fontina ou gruyère. Mas, sou da opinião de que cada um tem um gosto, então use o que preferir, o que achar mais saboroso. 

A magia desse prato é justamente o ritual de preparo, por ser um prato que serve de 6 a 12 pessoas (dependendo do tamanho do seu aparelho, existe de 6, 8 e 12) a "graça" é ir comendo sem pressa, preparar, degustar, combinar sabores diversos e aproveitar entre boas companhias e boas conversas. Além dos queijos que são o principal do prato, o que acompanha muito bem são as batatas assadas com casca (bem lavadas é claro!), pepino em conserva ou o picles, assim como a cebolinha em conserva. Nessa receita além das conservas, servi também tipos variados de salame, pastrami, pães rústicos, pimenta do reino moída, orégano, geléias, mostarda escura e etc. Que vocês irão acompanhar no decorrer da receita:


O que faz a coisa funcionar! A Racleteira


Para ficar ainda melhor, fiz alguns molhos para complementar:

Molho rosé - catchup e maionese



Molho tártaro - maionese, ovo cozido e pepino picado em quadradinhos, alcaparra cortada em pequenos pedaços e salsinha picada, se preferir coloque um pouco de pimenta do reino moída



Molho de ovo - ovos cozidos picados e misturados com maionese, para fazer essa farofinha de cima usei uma gema - passe em um peneira 


E o último molho, é o de salsinha, feito de salsinha (é claro) batida com maionese em um mini processador de alimentos

* Como os molhos são feitos com maionese, uma dica para o gosto não ficar muito forte, pode ser acrescentado em cada molho um pouco de creme de leite

Outros complementos que foram usados no jantar:
Peito de peru, salame e pastrami

Queijo mussarela e provolone

Gorgonzola, queijo processado e brie
Geléia - a que preferir


Mostarda escura


Orégano


Pepinos em conserva


Pães rústicos


E os talheres, essa espátula do lado é o que se usa para raspar o queijo



Espero que tenham gostado do primeiro post!
Um bom apetite a todos!!!
Até a próxima receita!

=)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário